fbpx

3 tendências do mercado de criptomoedas que ainda poderão nos surpreender antes de 2023 chegar ao fim



À medida que as festas de fim de ano se aproximam, a expectativa sobre um fenômeno anual conhecido como “Rali do Papai Noel” no univesrso das criptomoedas aumenta. Durante o período festivo, a dinâmica do mercado tende a mudar. Nesta temporada, há vários fatores que podem influenciar as tendências de mercado nos últimos meses do ano.

Aumento dos investimentos institucionais

Os preços das criptomoedas subiram notavelmente no final de 2020 e 2021, impulsionados pelo aumento do otimismo dos investidores e do interesse institucional. As principais instituições financeiras e fundos de hedge começaram a ver o Bitcoin (BTC) não apenas como um ativo especulativo, mas como uma proteção contra a inflação e uma possível reserva de valor. Grandes empresas como a Square e a MicroStrategy adicionaram grandes participações em Bitcoin aos seus patrimônios, solidificando ainda mais essa mudança na imagem da maior criptomoeda do mercado.

Além disso, o Bitcoin alcançou um novo recorde histórico de preço, gerando um sentimento positivo em todo o mercado. O investimento institucional foi amplificado quando empresas como a Tesla divulgaram publicamente que estavam adquirindo Bitcoin em larga escala. Para completar, a aprovação de vários ETFs e fundos de criptomoedas proporcionou aos investidores institucionais uma maneira mais conveniente e familiar de acessar o mercado de ativos digitais.

As empresas do setor estão atendendo aos investidores institucionais que buscam opções de armazenamento seguro para seus criptoativos no cenário financeiro em rápida evolução de 2022, oferecendo serviços de custódia, que são essenciais para proteger os ativos digitais.

Apesar de algumas flutuações, a trajetória foi geralmente positiva em 2022. Uma vez céticas, as instituições financeiras tradicionais começaram a fornecer uma variedade de serviços relacionados a criptomoedas, como empréstimos, negociação e custódia. Os atores institucionais também reconheceram o surgimento das finanças descentralizadas (DeFi) e dos tokens não fungíveis (NFTs), principalmente as empresas de capital de risco e os fundos especializados em busca de novas oportunidades de investimento.

Por exemplo, instituições financeiras proeminentes se associaram para criar a EDX Markets (EDXM), uma nova exchange projetada para a negociação de ativos digitais por meio de intermediários confiáveis. Essa plataforma atenderá a investidores institucionais e de varejo, garantindo um ambiente seguro para a negociação de ativos digitais. Entre os apoiadores notáveis dessa iniciativa estão entidades renomadas como Charles Schwab, Fidelity Digital Assets, Paradigm, Sequoia Capital, Citadel Securities e Virtu Financial, reforçando a credibilidade e a força da exchange no mercado.

Em 2022, apesar do inverno cripto, o desenvolvimento no setor de criptomoedas aumentou 5%, indicando um interesse sustentado na tecnologia subjacente. Além disso, uma pesquisa da Celent de 2022 revelou que 91% dos investidores institucionais estão interessados em investir em ativos tokenizados, destacando uma forte demanda por esta classe de ativos digitais.

A próxima temporada pode testemunhar um influxo ainda maior de capital institucional no domínio das criptomoedas, como foi o caso da MicroStrategy no ciclo de alta anterior. Além disso, uma pesquisa da EY-Parthenon revela que a maioria dos investidores institucionais acredita firmemente no valor duradouro da tecnologia blockchain e dos criptoativos. Por isso, planejam aumentar de forma substancial seus investimentos em ativos digitais nos próximos dois a três anos.

Além disso, há um interesse crescente entre os investidores de embrarcar na tendência emergente de ativos financeiros tokenizados, levando as instituições a explorar ativamente oportunidades de tokenizar seus próprios ativos em resposta ao cenário financeiro em evolução. À medida que o setor continua a amadurecer e a ganhar legitimidade, novos produtos financeiros adaptados especificamente para investidores institucionais podem surgir, facilitando ainda mais a entrada de grandes players no mercado.

Clareza regulatória

Em 2020, com o crescimento do mercado de criptomoedas, ele inevitavelmente chamou a atenção de reguladores do mundo todo. Algumas nações reagiram decretando proibições completas e irrestritas, mas outras adotaram uma estratégia mais ponderada e iniciaram o processo de desenvolvimento de marcos regulatórios para monitorar e controlar a indústria em rápida expansão dos ativos digitais.

Em 2021, os avanços regulatórios nos EUA – particularmente aqueles relativos à posição da SEC sobre os ativos digitais – tornaram-se centrais para a narrativa global em torno das criptomoedas. O setor ficou alerta devido às discussões em andamento sobre as políticas para regulamentação das criptomoedas e à pressão para a aprovação de ETFs de Bitcoin. Ao mesmo tempo, houve realinhamentos substanciais do mercado e conversas sobre descentralização como resultado da repressão da China à mineração e ao comércio de criptomoedas.

Se Satoshi Nakamoto se vestisse como Satoshi Nakamoto no Halloween, seria possível perceber?

Feliz 15º aniversário do famoso white paper de Satoshi que deu início às criptomoedas.

Todas as empresas de criptomoedas que estiverem enganando os investidores devem começar a tratá-los de acordo com as leis de valores mobiliários.

— Gary Gensler (@GaryGensler)

A regulação das criptomoedas começou a evoluir em 2022. Após discussões preliminares, várias nações estabeleceram leis precisas com regras que regem o mercado de criptomoedas, as ofertas iniciais de moedas (ICOs) e as plataformas de DeFi. Ao mesmo tempo, houve um aumento no movimento global para criar moedas digitais do banco central (CBDCs), com muitos países introduzindo ou testando suas próprias moedas digitais.

Este ano, desenvolvimentos significativos remodelaram o cenário global das criptomoedas. Por exemplo, a Comissão de Valores Mobiliários da Tailândia está pronta para aliviar as restrições aos investimentos de investidores do varejo, com o objetivo de estimular os investimentos digitais e promover o crescimento do mercado.

Enquanto isso, a União Europeia tomou medidas decisivas ao promulgar o marco regulatório Markets in Crypto-Assets (MiCA) em abril de 2023, dando início a uma nova era de regulamentações abrangentes de criptomoedas na região.

Uma virada crucial ocorreu em julho de 2023, quando uma decisão da juíza Analisa Torres afirmou que a Ripple agiu em conformidade com a lei em relação às vendas do token XRP em exchanges públicas. Foi uma vitória jurídica significativa para a indústria de criptomoedas como um todo contra os reguladores dos EUA. No entanto, ela também esclareceu que a Ripple havia violado as leis de valores mobiliários ao oferecer XRP a fundos de hedge e a compradores institucionais.

Em setembro, quatro membros do Congresso dos Estados Unidos pediram ao presidente da Comissão de Valores Mobiliários, Gary Gensler, a aprovação imediata da listagem de ETFs de Bitcoin à vista no país. Com o desenrolar desses eventos, também vimos uma crescente expectativa em torno do lançamento de ETFs de Bitcoin à vista nos Estados Unidos. Esse possível marco pode contribuir para a introdução de marcos regulatórios mais claros no país, proporcionando ao setor de criptomoedas e aos investidores uma perspectiva mais estruturada e definida.

Confluência de IA e Web3

A convergência das tecnologia da Web3 e de IA começou a alterar drasticamente a indústria de criptomoedas nos últimos meses de 2020. A análise preditiva e os algoritmos de negociação orientados por IA ganharam popularidade, permitindo que investidores institucionais e individuais fizessem escolhas orientadas por dados no errático mercado de criptomoedas. Com o uso dessa tecnologia, a análise de mercado foi aprimorada, permitindo que os investidores antecipem as flutuações de preços e otimizem ao máximo suas táticas de negociação durante os ciclos de alta e de baixa do mercado.

A relação entre a Web3 e a inteligência artificial (IA) ficou mais forte em 2021. Os DApps alimentados por IA se tornaram mais predominantes, fornecendo soluções inovadoras em campos como NFTs e DeFi. O mercado ganhou impulso como resultado dessa integração, que tornou yield farming e a criação e a negociação de NFTs mais eficazes. As ferramentas de análise de sentimento de mercado orientadas por IA também desempenharam um papel crucial, fornecendo insights sobre o sentimento e as tendências de preços, ajudando os investidores a tomar decisões bem informadas.

Em 2022, testemunhamos o amadurecimento da integração de IA e Web3 em projetos como o Aave, que usa algoritmos de IA para simplificar os processos de empréstimos de criptomoedas. E o uso de IA pela Rarible para fornecer curadoria individualizada de NFTs. Essas iniciativas viabilizaram transações seguras, automatizadas e sem intermediários confiáveis, aumentando o interesse dos investidores.

A confluência da IA e da Web3 está pronta para entar em ação no final deste ano mais uma vez. Os algoritmos de IA se desenvolverão ainda mais, oferecendo aos traders decisões de negociação proativas e monitoramento em tempo real dos dados de mercado. Prevê-se que as tecnologias Web3 darão suporte a modelos de investimento criativos e procedimentos de tomada de decisão, especialmente nas áreas de organizações autônomas descentralizadas (DAOs) e sistemas de governança orientados por IA.

A incorporação de conteúdo gerado por IA generativa no mercado de criptomoedas, sob a forma de NFTs e de experiências de realidade virtual com IA, poderá ser uma força motriz do mercado nos próximos meses. Esse entusiasmo pode contribuir para um novo influxo de liquidez no mercado e para o desenvolvimento do setor.

Guneet Kaur ingressou no Cointelegraph como editora em 2021. Ela tem mestrado em tecnologia financeira pela Universidade de Stirling e um MBA pela Universidade Guru Nanak Dev da Índia.

Este artigo é para fins de informação geral e não se destina a ser e não deve ser considerado como aconselhamento jurídico ou de investimento. Os pontos de vista, pensamentos e opiniões aqui expressos são de responsabilidade exclusiva do autor e não refletem nem representam necessariamente os pontos de vista e opiniões do Cointelegraph.

LEIA MAIS



Fonte das informações: Cointelegraph

Não há Tags

52 visualizações, 1 hoje

  

52 visualizações, 1 hoje