fbpx

Robert F. Kennedy Jr. tem menos de 24h para se qualificar para debate da CNN


O candidato independente Robert F. Kennedy Jr. tem menos de 24 horas para se qualificar ao primeiro debate presidencial da campanha eleitoral de 2024 nos Estados Unidos, e uma ação apresentada à agência que supervisiona as eleições pode ser sua única esperança.

A CNN transmitirá o debate em 27 de junho, depois que o presidente Joe Biden, do partido Democrata, e seu rival republicano, Donald Trump, concordaram com o confronto no mês passado. O prazo para os candidatos se qualificarem ao debate é meia-noite, horário local, desta quarta-feira (19).

Kennedy apresentou uma queixa à Comissão Eleitoral Federal (FEC) em maio alegando que o debate da CNN equivale a uma grande contribuição de campanha proibida para Biden e Trump porque a empresa de mídia exigiu “ilegalmente” que Kennedy atendesse a “critérios diferentes” para participar do debate.

A campanha solicitou que a FEC tome providências até quinta-feira (20) e impeça a CNN, Biden e Trump de realizar o debate em 27 de junho até que eles “entrem em conformidade com a Lei Federal de Campanhas Eleitorais”, de acordo com a denúncia.

A comissão se recusou a comentar para esta reportagem. A agência, afetada pela divisão política, recentemente teve dificuldades para decidir sobre o uso de inteligência artificial na campanha de 2024 e não decidiu sobre questões relacionadas em eleições recentes, segundo especialistas.

Este ciclo eleitoral apresenta uma situação quase sem precedentes. Desde 1960, quando começou a era dos debates presidenciais televisionados, será a primeira vez que as organizações de notícias – primeiro a CNN, na próxima semana, e a ABC, que sediará um debate em setembro – controlarão totalmente os termos e os parâmetros dos debates entre os candidatos.

Anteriormente, a Comissão de Debates Presidenciais os patrocinava.

A CNN disse que os candidatos qualificados para participar devem aparecer em um número suficiente de cédulas estaduais para atingir o limite de 270 votos no Colégio Eleitoral necessários para vencer a eleição e receber pelo menos 15% de apoio em quatro pesquisas nacionais separadas.

Logo após o anúncio do debate, Kennedy e sua campanha reclamaram. Kennedy afirmou que Biden e Trump “estão tentando me excluir do debate porque temem que eu ganhe”.

No sábado, a CNN disse que “não é impossível” que Kennedy possa se qualificar, mas que ele ainda não atendeu aos critérios. Ele recebeu pelo menos 15% em três pesquisas até o momento e se qualificou para a votação em seis Estados, tornando-o elegível para 89 votos do Colégio Eleitoral, disse a CNN.

A campanha de Kennedy não quis fazer mais comentários para este artigo. Ela está no meio de uma operação agressiva para obter acesso às cédulas eleitorais em todos os EUA, com 15 milhões de dólares arrecadados para o processo.

Biden e Trump, como os prováveis indicados dos partidos Democrata e Republicano, respectivamente, se qualificam porque a maioria dos estados lhes permite automaticamente o acesso às cédulas sem a necessidade de petição, disse um porta-voz da CNN.

Fonte das informações: CNNBRASIL

Não há Tags

34 visualizações, 1 hoje

  

34 visualizações, 1 hoje