fbpx

Com Vini Jr., Diniz testa contra a Venezuela seu ataque ideal na Seleção


No terceiro jogo como treinador da Seleção Brasileira, Fernando Diniz vai conseguir escalar o quarteto de atacantes que imaginou como ideal quando assumiu o cargo, no início de julho.

Neymar, Rodrygo, Richarlison e Vinícius Jr. estarão em campo nesta quinta-feira (12) contra a Venezuela, na Arena Pantanal, em Cuiabá, pela terceira rodada das Eliminatórias para a Copa de 2026. O jogo terá início às 21h30 (de Brasília).

Vinícius Jr. não esteve nos dois primeiros compromissos, em setembro, por causa de uma lesão sofrida em seu clube, o Real Madrid. Raphinha, do Barcelona, atuou em se lugar nas vitórias de 5 a 1 sobre a Bolívia, em Belém, e 1 a 0 frente ao Peru, em Lima.

Como vão jogar

No plano de Diniz, Neymar joga livre, atrás dos três atacante. Mas o esquema do treinador não é o posicional, portanto nem Vini Jr. e nem Rodrygo ficarão presos nas pontas. Somente Richarlison, o centroavante, atuará como referência no ataque, como já fez outras vezes.

“O primeiro contato com o Vini foi excelente, é um dos maiores jogadores do esporte no momento. Espero que ele se sinta bem, e produza o que sabe. A ideia é deixar ele à vontade”, disse Fernando Diniz.

Vinícius Júnior trata a chegada de Diniz com empolgação, tanto que ficou muito chateado com o corte por lesão na Data Fifa de setembro, segundo relato de pessoas próximas. Apesar de ter sido titular na Copa do Catar com Tite, a avaliação do estafe do atleta era de que antigo comandante não era fã do futebol de Vini, talvez por entender que ele não se encaixava no esquema proposto.

O confronto

Outra mudança para enfrentar a Venezuela será na lateral esquerda, mas por necessidade. Renan Lodi, do Olympique de Marselha-FRA, foi cortado por lesão, assim como seu reserva, Caio Henrique, do Monaco-FRA. Com isso Guilherme Arana, do Atlético, será o titular.

O técnico da Venezuela é o argentino Fernando Batista, que assumiu em março, substituindo o conterrâneo José Pekerman. Os venezuelanos tiveram boa performance nas duas primeiras rodadas: perderam de 1 a 0 para a Colômbia, em Barranquilla, e venceram em casa o Paraguai, por 1 a 0.

Após duas rodadas das Eliminatórias da América do Sul para a Copa do Mundo de 2026, que será na América do Norte, Brasil e Argentina lideram a classificação com seis pontos, os brasileiros em vantagem por causa do saldo de gols (5 a 4). A Seleção venceu a Bolívia, por 5 a 1, e o Peru, por 1 a 0, enquanto os argentinos bateram o Equador, por 1 a 0, e a Bolívia, 3 a 0.

Brasil x Venezuela

Brasil: Ederson; Danilo, Marquinhos, Gabriel Magalhães e Guilherme Arana; Casemiro, Bruno Guimarães e Neymar; Rodrygo, Richarlison e Vinicius Júnior. Técnico: Fernando Diniz

Venezuela: Romo; Alexander Gonzáles, Wilker Ángel, Yordan Osorio e Miguel Navarro; José Martinez, Herrera e Soteldo; Samuel Rosa, Rondón e Josef Martínez. Técnico: Fernando Batista

Motivo: 3ª rodada das Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2026
Data e horário: 12 de outubro de 2023 (quinta-feira), às 21h30 (de Brasília)
Local: Arena Pantanal, em Cuiabá

Árbitro: Kevin Ortega (Peru)
Auxiliares: Michael Orue e Jesus Sanchez (ambos Peru)
Árbitro de vídeo: Carlos Orbe (Equador)
TV: Globo, SporTV, Globoplay e Ge.com

Fonte das informações: CNNBRASIL

Não há Tags

43 visualizações, 1 hoje

  

43 visualizações, 1 hoje