fbpx

tudo que você precisa saber


Nos últimos anos, a gestão de redes sociais evoluiu de uma simples tarefa para uma atividade especializada, que demanda conhecimento das melhores práticas, assim como habilidades técnicas e criativas para usar ferramentas e garantir resultados efetivos.

Porém, mesmo com esse cenário cada vez mais “maduro”, os fundamentos permanecem os mesmos. Por trás de cada campanha ou interação nas redes sociais, há uma estratégia que busca alcançar objetivos específicos e fortalecer a presença online de uma marca.

Aqui, apresentamos os princípios sobre o que é gestão de redes sociais e como buscar profissionais qualificados para essa tarefa. Confira!

Como fazer gestão de redes sociais? Confira as principais dicas!

Não há segredo para começar a postar conteúdos relevantes nas redes sociais. Se você está se perguntando como se planejar, aqui estão alguns passos simples para começar!

Definir objetivos claros

Comece decidindo o que você quer alcançar com suas redes sociais. Pode ser aumentar a visibilidade da marca, conquistar mais clientes e até mesmo educar seu público sobre seus produtos ou serviços, por exemplo.

Conhecer seu público

Entenda quem são as pessoas que seguem sua marca nas redes sociais. Vale a pena descobrir o que elas gostam, o que as motiva e quais problemas elas têm que sua empresa pode resolver.

Escolher as melhores redes sociais

Não é necessário que uma empresa esteja em todas as redes sociais. Escolha aquelas onde seu público está mais presente e que melhor se alinham com seus objetivos.

Analisar a concorrência

Veja o que seus concorrentes estão fazendo nas redes sociais para ter ideias sobre o que funciona e o que não funciona, além de ajudar a identificar oportunidades.

Criar conteúdo interessante para o público

Produza posts que despertem a atenção do seu público, com imagens, vídeos, enquetes e outras formas de conteúdo para manter seus seguidores engajados.

E como fazer essa escolha? Não tem resposta mágica: é testar, testar e testar, como fazemos aqui na Rock Content. Vanessa Dias, Especialista em Conteúdo e uma das responsáveis pelas redes sociais aqui da Rock, fala um pouco sobre isso e dá uma dica de ouro sobre explorar as ferramentas nativas de cada plataforma:

A melhor maneira de entender as preferências da sua audiência em cada plataforma é testar, e aqui inclui desde tipos de conteúdos (mais leves ou mais densos, em qual etapa do funil etc.), e também os formatos. Sobre esse último ponto, é muito importante explorar as ferramentas nativas de cada plataforma (normalmente, as plataformas costumam dar preferência quando você utiliza suas ferramentas nativas).

Por exemplo, para nós, quizes e artigos nativos no LinkedIn funcionam muito bem, quase sempre melhor que postagens estáticas replicadas do Instagram. Outro exemplo: testamos postar um mesmo vídeo editado para Reels e TikTok, e depois fazer edições diferentes em outro vídeo para Reels e outro utilizando a edição própria do TikTok – esse último, feito com as ferramentas da própria plataforma, teve quase 300 views a mais instantaneamente”. 

Pegou a dica?

Estabelecer um calendário de conteúdo 

Organize os conteúdos em um calendário de publicações para garantir que você esteja sempre postando dicas variadas, promoções e informações relevantes. É importante planejar com antecedência os temas, formatos e datas de publicação.

Parceria com influenciadores e creators

Considere trabalhar com influenciadores ou criadores de conteúdo que tenham afinidade com sua marca, movimentando a creator economy. Eles têm seguidores fiéis que confiam em suas recomendações, o que pode ajudar sua estratégia a alcançar um público mais amplo.

Segundo dados da pesquisa State of Marketing 2024, estudo conduzido por líderes do mercado como HubSpot, Litmus, Rock Content e Search Engine Journal, 51% dos profissionais de marketing afirmam que sua empresa trabalha ou trabalhou com criadores ou influenciadores.

Entre as equipes que trabalharam com influenciadores, 53% definiram o investimento como “eficaz”, enquanto apenas 25% dos profissionais o consideram “ineficaz”.

Quais as melhores ferramentas de gestão de redes sociais?

Existem várias plataformas com a proposta de centralizar as atividades envolvidas na gestão de redes sociais em um único lugar. Fizemos aqui uma seleção de algumas opções e suas funcionalidades principais.

Hootsuite

Com suporte para uma ampla variedade de plataformas, desde Facebook e X (antigo Twitter) até Instagram, YouTube, LinkedIn e Pinterest, o Hootsuite permite que as marcas centralizem todas as suas atividades em um único painel. 

Além do agendamento e planejamento de postagens, a plataforma oferece análises e relatórios personalizáveis para monitorar o desempenho das campanhas. 

A versão gratuita do Hootsuite, com duração de 30 dias, permite a associação e o gerenciamento simultâneos de até 25 contas.

Já os planos pagos, a partir de $99 por mês, oferecem recursos adicionais, como a possibilidade de adicionar mais contas e acesso a ferramentas avançadas de análise.

mLabs

A mLabs é uma plataforma brasileira de gestão de perfis de redes sociais completa e utilizada por mais de 145 mil empresas.

Além das funcionalidades básicas de agendamento e planejamento estratégico, ela oferece geração de relatórios sobre o desempenho das redes, integração com o Canva para criação de conteúdo e controle do fluxo de criação e aprovação de posts.

As marcas têm a oportunidade de experimentar todas as funcionalidades da mLabs antes de decidir pelo investimento, com um teste gratuito de 14 dias.

Além disso, os planos da plataforma começam a partir de R$ 24,90 por mês, com variações de acordo com o número de marcas gerenciadas e o período da assinatura.

Buffer

Com uma interface simples e intuitiva, o Buffer permite agendar postagens com facilidade, criar conteúdo e analisar o desempenho das redes sociais, tudo em um só lugar. 

A versão gratuita permite até 10 postagens agendadas por canal, o que é ideal para pequenas e médias empresas que estão começando.

Para aqueles que desejam mais recursos, os planos pagos começam a partir de $6 por mês, oferecendo postagens ilimitadas, análises avançadas e a capacidade de colaborar com equipes.

Sprout Social

O Sprout Social tem funcionalidades padrão de agendamento de postagens e análise de desempenho, além da possibilidade de colaboração entre os membros de uma equipe. 

Assim como as outras opções, a Sprout Social tem um teste gratuito (de 30 dias) para quem deseja experimentar os recursos da plataforma antes de assinar um plano pago. 

Os planos começam a partir de $99 por mês e oferecem uma série de benefícios, como suporte prioritário e acesso a recursos premium de análise e relatórios.

Como fazer o monitoramento e análise de dados?

As principais métricas para acompanhar o desempenho de uma marca e sua relação com o público são disponibilizadas pelas plataformas de gestão e pelas próprias redes sociais (no caso dos perfis comerciais). Abaixo, conheça as opções de métrica mais comuns.

Taxa de engajamento

Mede as várias formas de interação dos seguidores com o conteúdo publicado: curtidas, comentários, compartilhamentos e cliques. Quanto maior a taxa de engajamento, mais envolvido está o público com o conteúdo.

Alcance e impressões

O alcance indica quantas pessoas viram o conteúdo, enquanto as impressões representam o número total de visualizações. Essas métricas ajudam a entender o alcance e a visibilidade das postagens.

Taxa de conversão

Mede o número de ações desejadas realizadas pelo público, como fazer uma compra, preencher um formulário ou baixar um material. É uma métrica importante para avaliar o impacto das redes sociais nas metas de negócios.

Crescimento de seguidores

Acompanha o aumento ou diminuição do número de seguidores. Um crescimento consistente pode indicar uma boa saúde da conta e interesse contínuo do público.

Cliques no link da bio/perfil

Mede quantas vezes o link presente na bio ou perfil da empresa foi clicado. É uma métrica importante para avaliar o tráfego gerado pelas redes sociais para o site da empresa.

E como funciona aqui na Rock Content? Vanessa compartilha um pouco das principais métricas analisadas atualmente e faz um comentário bem importante sobre a escolha cuidadosa de quais métricas analisar:

“As principais métricas que nós acompanhamos hoje nas redes sociais da Rock Content são seguidores, engajamento e alcance, mas tudo isso vai depender da sua estratégia. Hoje, nossas redes sociais estão voltadas para o crescimento da audiência, awareness e expansão da marca – logo, essas métricas são as mais importantes para nós.

Outra coisa importante para nós é a geolocalização desse público. Como temos uma conta Brasil e uma Estados Unidos / Global, é importante sabermos se estamos atraindo o público nas regiões almejadas. Por fim, também monitoramos conversões, especialmente quando há divulgação de produtos e materiais ricos, mas esse não é o nosso maior objetivo hoje com nossos canais de social. Entender o objetivo primário é essencial para acompanhar os KPIs que fazem mais sentido, e fugir das métricas de vaidade”.

Como fazer o gerenciamento de crises nas redes sociais? 

O que pode ser pior do que uma “crise”? Nas redes sociais de uma marca, esse termo é utilizado para se referir a uma situação em que há muitas opiniões negativas associadas a ela circulando nas várias plataformas.

Um usuário pode postar uma reclamação no Instagram, que é visualizada por outros usuários e amplificada para mais pessoas. Ou talvez um post ou campanha da marca deu errado e foi interpretado de forma diferente das intenções originais.

Independentemente do que a originou, uma crise, se mal gerida, pode levar a efeitos adversos nas receitas de uma empresa, porque os clientes podem decidir mudar para marcas concorrentes e até boicotá-la, nos casos extremos.

A gestão de crises nas redes sociais é, então, o conjunto de ações que as marcas realizam para reconhecer, identificar a causa-raiz e lidar com uma situação de crise. Veja, a seguir, algumas das estratégias que todo social media precisa conhecer sobre esse processo.

Prevenir-se com medidas de controle sobre o que a marca posta

Não é possível prever o que pode causar uma crise nas redes sociais, mas existem alguns contrapesos que as marcas podem implementar para evitar os motivos mais comuns.

Por exemplo, vale a pena estabelecer políticas rigorosas de acesso aos perfis, com apenas as pessoas necessárias podendo postar e acessá-las para análises periódicas.

Outra medida preventiva é criar um fluxo de postagem composto por vários níveis de aprovações para verificar se não há conteúdo potencialmente problemático.

Evitar que o problema saia do controle o quanto antes

Quando surge uma potencial crise, apesar de todas as medidas preventivas tomadas, é importante saber como agir para garantir que esta não saia de controle.

Nesse tipo de situação, é fácil perder o controle e cometer erros que agravam o problema. Então, controlar todas as ações de forma coordenada é o que pode garantir que não haja comunicações desnecessárias.

Uma estratégia comum é interromper todas as atividades nos canais para formular a postura e a resposta corretas do ponto de vista da organização.

Enquanto isso, responder educadamente às pessoas que abordam o problema e transferir as conversas para canais de mensagens diretas, como DMs, pode ajudar a conter as repercussões negativas.

Aprender com os erros

Se a equipe conseguiu lidar com uma crise nas redes sociais sem causar grandes danos à reputação da marca, será uma grande conquista, mas as grandes empresas são aquelas que aprendem com os erros e reavaliam atitudes para evitar novos problemas no futuro.

A análise “post mortem” pode envolver medidas importantes, como definir o motivo que levou à crise e analisar se a causa poderia ter sido detectada mais cedo.

Também vale a pena verificar se houve um plano de ação implementado e se ele foi eficaz. Por fim, documente os aprendizados e incorpore os feedbacks para novas melhorias.

FAQ sobre gestão de redes sociais

Se ainda ficou com alguma dúvida sobre carreira e oportunidades na área de gestão de redes sociais, confira o nosso FAQ a seguir!

O que faz um gestor de redes sociais?

Um gestor de redes sociais é responsável por criar e gerenciar a presença online de uma marca nas plataformas. Suas atividades incluem desenvolver estratégias de conteúdo, criar publicações, observar tendências, interagir e analisar métricas de desempenho.

Qual o valor de um gestor de redes sociais?

Uma pesquisa recente da mLabs demonstrou que 40% dos profissionais de social media cobram entre R$ 500 e R$ 1.000 por um pacote mensal de 12 posts com planejamento, execução, postagens e interação.

Foram 2.152 profissionais entrevistados pela mLabs, e os dados estão disponíveis no relatório Panorama Profissionais de Mídias Sociais no Brasil.

Como começar a trabalhar com gestão de redes sociais?

Os passos iniciais de uma carreira na área de gestão de redes sociais envolvem: buscar capacitação em marketing digital, construir um portfólio que demonstre suas habilidades e buscar oportunidades de trabalho fixo ou freelancer.

Quem faz gestão de redes sociais?

Social media managers, freelancers, consultores e agências de marketing digital são exemplos de quem pode fazer gestão de redes sociais. Esses profissionais têm habilidades em criação de conteúdo, análise de métricas e conhecimento das principais plataformas.

Existe curso de gestão de redes sociais?

Muitos cursos de gestão de redes sociais estão disponíveis, e muitos deles podem ser acessados online. Um bom exemplo é o curso gratuito oferecido pelo Sebrae, chamado “Sua empresa nas redes sociais“. Outra opção é o curso da Social Media Masterclass original da Rock University e atualmente na PbyP School.

Conclusão

É com a gestão de redes sociais que as marcas têm conseguido aumentar sua visibilidade online, conquistar a fidelidade do público e impulsionar as vendas. 

Mas, para obter resultados a longo prazo, o que não pode faltar é o suporte de profissionais qualificados para criar conteúdo de forma contínua para as plataformas.

Na WriterAccess, você pode contar com uma equipe talentosa de redatores, editores, designers, copywriters e estrategistas de conteúdo prontos para ajudar sua marca a se destacar nas redes sociais. 

Então, o que está esperando? Aproveite para experimentar o Trial da WriterAccess e encontrar os talentos para dar vida ao seu projeto!



Source link

Não há Tags

31 visualizações, 1 hoje

  

31 visualizações, 1 hoje