fbpx

Japão faz pouso lunar histórico de robô “sniper” explorador; veja como foi


A Agência Japonesa de Exploração Aeroespacial (JAXA) fez um pouso lunar histórico nesta sexta-feira (19). O pouso do explorador robótico Smart Lander for Investigating Moon (SLIM) foi completado com sucesso após uma manobra que durou cerca de 20 minutos. A operação foi transmitida ao vivo pela internet.

Com o pouso desta sexta, o Japão se tornou o terceiro país a colocar um veículo espacial na Lua neste século. Na história da exploração lunar, é o quinto país a realizar o feito. De acordo com a JAXA, com o sucesso do pouso, o leve módulo de aterrissagem SLIM poderá ser um projeto eficaz que poderá aterrissar não apenas em pequenas áreas de interesse na Lua, mas também em planetas como Marte.

Veja como foi o pouso lunar da missão SLIM

Para o pouso, foi utilizado um explorador robótico conhecido como “Moon Sniper”, que carrega uma nova tecnologia de precisão para demonstrar um pouso “pontual”. Já o local de alunissagem, ou seja, escolhido para o pouso, foi dentro de uma planície lunar chamada Mar do Néctar, logo ao sul do Mar da Tranquilidade, onde a Apollo 11 pousou em 1969.

As missões lunares anteriores conseguiram atingir e alcançar zonas específicas que se estendem por muitos quilômetros, mas o módulo de aterragem SLIM terá como alvo um local de aterragem que se estende por apenas 100 metros.

Dando início a uma nova corrida espacial, vale mencionar que a Índia tornou-se o quarto país – depois dos Estados Unidos, da antiga União Soviética e da China – a executar uma aterragem controlada na Lua quando a sua missão Chandrayaan-3 chegou perto do polo sul lunar em Agosto.

Além disso, o primeiro módulo lunar dos EUA a ser lançado em cinco décadas, a espaçonave Peregrine da Astrobotic Technology – teve um fim violento no começo do mês, depois que um vazamento crítico de combustível tornou fora de questão o pouso seguro na Lua.

Parte da motivação por trás da nova corrida espacial lunar é o desejo de acessar água presa como gelo em regiões permanentemente sombreadas no polo sul lunar. Poderia ser usado para beber água ou combustível à medida que a humanidade ultrapassa os limites da exploração espacial no futuro. Esta região está repleta de crateras e repleta de rochas, levando a locais de pouso estreitos.

Fonte das informações: CNNBRASIL

Não há Tags

56 visualizações, 1 hoje

  

56 visualizações, 1 hoje