fbpx

Livro ‘O Avesso da Pele’ retorna às escolas de Goiás e do Paraná após ter sido recolhido


O livro ‘O Avesso da Pele’ retornou esta semana às escolas do Paraná e de Goiás após ter sido recolhido em março deste ano pelas Secretarias de Educação dos dois estados. O anúncio foi feito pela Companhia das Letras, neste sábado (7), que celebrou a decisão.

Escrita pelo professor e pesquisador Jeferson Tenório, a obra é vencedora do Prêmio Jabuti de romance literário em 2021 e faz parte da relação de obras literárias aprovadas em 2022 para serem utilizadas em 2023 pelo Programa Nacional do Livro Didático (PNLD), uma política do Ministério da Educação (MEC).

‘O Avesso da Pele’ conta a história de Pedro, que após a morte do pai, assassinado durante uma abordagem policial, decide sair em busca de resgatar o passado da família. O livro, que trata de temas como o racismo e a violência no Brasil, chegou a ser considerado por muitos nas redes sociais como inapropriado por conter cenas de atos sexuais e palavras consideradas de ‘baixo calão’.

Em comunicado, a Companhia das Letras informou o retorno da obra às escolas do Paraná e de Goiás após o recolhimento injustificado em março.

“A decisão foi revista pelas Secretarias Estaduais de Educação e o livro volta a estar disponível para os alunos de Ensino Médio”, garantiu nas redes sociais a companhia responsável pelo processo de publicação da obra.

Em março deste ano, quando a obra foi retirada no estado, a Secretaria Estadual de Educação do Paraná justificou a medida alegando considerar algumas expressões, jargões e cenas de sexo presentes no livro inadequadas para menores de 18 anos.

Já a Secretaria de Educação do Estado de Goiás, que também havia recolhido a obra em março, alegou na época que a finalidade do recolhimento era analisar primeiramente o livro “quanto ao atendimento da proposta pedagógica da rede pública estadual de ensino” e, assim, decidir se o material “poderá ou não ser distribuído”.

Após as secretarias reverem a decisão e voltarem atrás, Jeferson Tenório, autor do livro, celebrou nas redes sociais o retorno do romance em ambos os estados:

“O Avesso da Pele Voltou para as escolas do Paraná e de Goiás. Estou muito feliz e grato por toda mobilização contra a censura. Acho que esse episódio serve para nos deixar mais atentos a qualquer tentativa autoritária em relação aos livros e a arte. Os livros voltaram para onde deveriam estar: nas mãos dos estudantes. Viva a literatura!”, comemorou o autor nas redes.

A CNN aguarda retorno das secretarias de educação do Paraná e de Goiás para comentarem sobre a nova decisão de liberação da obra.



Fonte das informações: CNNBRASIL

Não há Tags

28 visualizações, 1 hoje

  

28 visualizações, 1 hoje