fbpx

Michael B. Jordan fala sobre falta de diretores pretos: “É uma realidade“


Michael B. Jordan e Ben Affleck participaram do quadro “Directors on Directors”, da revista “Variety”, e falaram sobre a falta de diretores pretos na indústria cinematográfica.

“É um peso a se carregar, (…) porque não há diretores pretos o suficiente, então coloca em você, eu acredito e o que vejo com jogadores de basquete, por exemplo, o eu vou significar algo para as pessoas. Você vai fazer coisas que poucas pessoas fizeram e se tornar esse símbolo para outra pessoa”, começou Affleck.

“É uma realidade. (…) Representatividade é extremamente importante e não temos isso em certas áreas”, respondeu B. Jordan.

“As pessoas não estão me abordando para ‘ah, você é famoso’, é mais ‘esse papel significou algo para mim’, ‘esse projeto significou algo para mim’, então eu estou impactando as pessoas, não em um contexto superficial, mas em como elas pensam e se sentem”, acrescentou.

Michael B. Jordan também contou o que o motivou a ir para atrás das câmeras e dirigir “Creed III”, franquia do mesmo universo de “Rocky” que ele protagoniza.

“Ver Ryan [Coogle, diretor de “Creed” I e II] lidar com o set, a confiança que ele tinha. Um dia ela virou para: ‘Mike, você deveria começar a dirigir. Não espero pelo momento certo. Você consegue. Você esteve em um set durante toda a sua vida’. Então plantou uma semente”, disse.

“Com o tempo, outro elemento foi as circunstância. Depos de ‘Creed II’, eu sabia que Ryan não voltaria para o terceiro filme e eu estava tentando descobrir quem ia me dirigir no filme. Naquele momento, eu conhecia o personagem mais que todo mundo, conheço a franquia. Então quem vai fazer essa pessoa? Olhei ao redor e, bom, acho que sou eu”, concluiu.

Durante a conversa, Ben Affleck também sobre sua experiência na direção e sobre seu último trabalho, “Air: A História Por Trás do Logo”, protagonizado por Matt Damon, seu amigo de longa data.

Questionado sobre como foi dirigir o melhor amigo, Affleck afirmou que foi “confortável”.

“É uma pessoa que você conhece há tanto tempo e uma coisa que não tínhamos feito. Ao longo da nossa amizade, nós escrevemos juntos, atuamos juntos. Foi muito confortável e fácil”, disse.

Affleck e Damon já trabalharam juntos em “Gênio Indomável, “Código de Honra”, “O Último Duelo” e mais.

Veja também: Os principais lançamentos nos cinemas em 2024

Fonte das informações: CNNBRASIL

Não há Tags

37 visualizações, 1 hoje

  

37 visualizações, 1 hoje