fbpx

Organizadora de show de Taylor Swift se desculpa quase uma semana após morte de fã


Quase uma semana após a morte da estudante Ana Clara Benevides, de 23 anos, a organizadora do show de Taylor Swift no Brasil se manifestou pelo ocorrido. Em comunicado divulgado nesta quinta-feira (23), a Time For Fun (T4F) disse que todos estão sujeitos a “interpéries” e pediu desculpas aos fãs “que não tiveram a melhor experiência possível”.

Em um longo texto, a empresa citou a experiência de mais de 40 anos produzindo entretenimento, com um público de mais de 50 milhões de pessoas no Brasil e na América Latina, e atribuiu os problemas durante as apresentações da cantora no Rio de Janeiro às altas temperaturas.

“No final de semana em que a T4F realizou os três shows da cantora Taylor Swift no Rio de Janeiro, no Estádio Nilton Santos, a capital carioca registrou a maior temperatura do ano, bem como a maior sensação térmica da série histórica, em uma situação sem precedentes. Segundo o Alerta Rio, sistema de monitoramento climático da Prefeitura, no dia 18 de novembro, sábado, a temperatura na cidade chegou a 43,8ºC, com sensação de 59,7ºC. Isso ocasionou um alto volume de queixas pelo público e ocorrências durante a apresentação do dia 17 de novembro, sexta-feira, bem como o adiamento da apresentação do dia 18 de novembro”, alegou a empresa.

Durante a primeira das três apresentações da cantora no Rio, Ana Clara passou mal e chegou a desmaiar. A estudante chegou a ser socorrida ainda no Estádio do Engenhão, mas não resistiu e morreu no hospital.

O laudo do Instituto Médico Legal (IML) apontou pequenas hemorragias no pulmão da jovem. O caso, que foi registrado como morte suspeita, segue sob investigação da Polícia Civil.

“Estamos absolutamente desolados com a perda da jovem Ana Clara, mesmo com o pronto atendimento e todos os esforços realizados pelas equipes médicas do evento e, depois, no hospital”, disse a T4F, que alegou que está à disposição da família para prestar a assistência necessária. Familiares da jovem relataram à CNN que não foram procurados pela companhia.

Além de Ana Clara, houve relatos de outros fãs que passaram mal possivelmente conta das altas temperaturas. Segundo a empresa, após o último fim de semana, foi feita uma reavaliação de práticas e protocolos em eventos com temperaturas extremas.

De acordo com a T4F sempre houve a disponibilização de água gratuita, o que os fãs não confirmam. No entanto, a empresa diz que vai criar novas ilhas de distribuição de água, além de proporcionar, sempre que possível, mais locais de sombra dentro e fora do estádio. Outra medida divulgada é iniciar os shows mais tarde.

Nova assessoria de imprensa

O longo comunicado da T4F foi elaborado e divulgado à imprensa na manhã desta quinta-feira (23) pela nova agência de comunicação contratada pela organizadora dos shows da Taylor Swift no Brasil. Os jornalistas foram avisado ontem da nova assessoria à serviço da T4F.

Taylor Swift em São Paulo

Para as apresentações da cantora em São Paulo, no Allianz Parque, nos dias 24, 25 e 26 de novembro, a empresa garantiu que vai manter mais pontos de distribuição de água, além de contar com bebedouros do estádio. “Ampliamos nossas equipes de apoio para orientação ao público e cobertura médica”, informou.

Nos shows será permitida a entrada com copos de água descartáveis ou garrafas plásticas flexíveis, além de alimentos industrializados lacrados.

“A preocupação e o compromisso de toda a equipe da T4F é sempre o de entregar a melhor experiência para o público que recebemos, de forma segura e confortável. Para atingir esse objetivo, nossa equipe trabalha com as melhores práticas do setor de eventos em todo o mundo, bem como segue à risca as determinações das autoridades em cada um dos locais onde opera”, disse a empresa.

Fonte das informações: CNNBRASIL

Não há Tags

48 visualizações, 1 hoje

  

48 visualizações, 1 hoje