fbpx

HBAR, OP, INJ e RUNE apresentam sinais de alta enquanto preço do Bitcoin busca estabilidade


O sentimento dos traders tornou-se negativo após a queda de 11% do Bitcoin (BTC) nesta semana. Embora o Bitcoin tenha mantido o suporte próximo aos US$ 25.000, vários analistas estão considerando a possibilidade de uma queda em direção ao nível crucial de US$ 20.000.

A fraqueza não está limitada apenas aos mercados de criptomoedas. Os mercados de ações dos Estados Unidos também tiveram uma semana de perdas. O índice S&P 500 caiu 2,1%, e o Nasdaq Composite caiu cerca de 2,6%. Ambos os índices registraram a teceira semana consecutiva no vermelho. Isso sugere que os investidores estão optando por reduzir os risco no curto prazo.

Visualização diária dos dados do mercado de criptomoedas. Fonte: Coin360

A queda do Bitcoin arrastou várias altcoins para baixo, indicando uma liquidação de base ampla. No entanto, em meio ao mar vermelho, algumas altcoins se destacaram, seja por se recuperarem a partir de fortes níveis de suporte ou por continuarem a subir.

Vamos estudar os gráficos das cinco principais criptomoedas que podem contrariar a tendência negativa, engatando novos ganhos nos próximos dias.

Análise de preço do Bitcoin

O Bitcoin oscilou dentro de uma faixa entre US$ 24.800 e US$ 31.000 nos últimos dias. Depois de não conseguir vencer a resistência, o preço caiu perto do suporte da faixa.

Gráfico diário BTC/USDT. Fonte: TradingView

A queda dos últimos dias levou o índice de força relativa (RSI) para o território de sobrevenda, indicando que uma recuperação pode estar próxima. Se o preço subir a partir do nível atual, ele poderá atingir a média móvel exponencial de 20 dias (US$ 28.309). É provável que os ursos vendam as altas até esse nível.

Se o preço cair a partir da MME de 20 dias, o par BTC/USDT pode buscar novas mínimas locais a zona de suporte crucial de US$ 24.800. Se esse suporte ceder, o par pode começar uma descida para US$ 20.000.

No lado positivo, um rompimento e fechamento acima da MME de 20 dias indicará que o par pode estender sua permanência dentro da faixa por mais alguns dias. Os touros terão que empurrar e sustentar o preço acima de US$ 31.000 para iniciar um novo movimento de alta, mas isso parece pouco provável no momento.

Gráfico de 4 horas BTC/USDT. Fonte: TradingView

Ambas as médias móveis estão se inclinando para baixo e o RSI está no território de sobrevenda no gráfico de quatro horas, indicando que os ursos estão no comando. Se o preço cair a partir da MME de 20 dias, o par pode testar novamente a zona de suporte entre US$ 25.166 e US$ 24.800.

Por outro lado, um rompimento e fechamento acima da MME de 20 dias pode sinalizar que os ursos podem estar perdendo o controle. Isso poderia iniciar uma recuperação para o nível de retração de Fibonacci de 50% em US$ 27.200 e, em seguida, para o nível de retração de 61,8% em US$ 27.680.

Análise de preço do Hedera

A Hedera (HBAR) bateu e não rompeu a resistência superior de US$ 0,078 em 15 de agosto, indicando que os ursos estão ativos em níveis mais altos. Entretanto, uma pequena vantagem a favor dos touros é que os traders compraram a queda para a SMA de 50 dias (US$ 0,054).

Gráfico diário HBAR/USDT. Fonte: TradingView

Ambas as médias móveis estão se inclinando para cima e o RSI está na zona positiva, indicando que os compradores estão em vantagem. Os touros tentarão novamente empurrar o par HBAR/USDT para a resistência superior de US$ 0,078. Se esse obstáculo for superado, o par pode subir para US$ 0,093 e, eventualmente, para US$ 0,099.

Em vez disso, se o preço cair e ficar abaixo da MME de 20 dias, isso sugerirá que os ursos continuam a vender nos topos. O par poderia então testar novamente o suporte na linha de tendência de alta. Um rompimento abaixo desse nível pode abrir as portas para uma queda para US$ 0,045 e, em seguida, para US$ 0,040.

Gráfico de 4 horas HBAR/USDT. Fonte: TradingView

A recuperação do HBAR está enfrentando barreiras perto da resistência superior de US$ 0,070. Isso sugere que os ursos não desistiram e continuam a vender nas altas. O preço caiu para as médias móveis, que é um nível importante para se ficar de olho.

Se o preço subir a partir do nível atual, isso sugerirá que os touros estão tentando transformar as médias móveis em suporte. Os compradores, então, farão mais uma tentativa de superar a barreira de US$ 0,070. Se tiverem êxito, a alta pode chegar a US$ 0,075.

Se o preço cair abaixo das médias móveis, o par pode entrar em colapso para a linha de tendência de alta, que é um nível importante para os touros defenderem.

Análise de preço da Optimism

A Optimism (OP) quebrou abaixo das médias móveis, mas encontrou suporte na linha de tendência de alta. Isso sugere que há demanda em níveis mais baixos.

Gráfico diário OP/USDT. Fonte: TradingView

O preço se recuperou da linha de tendência de alta, mas está enfrentando resistência na MME de 20 dias (US$ 1,51). Se o preço não romper abaixo da linha de tendência de alta, isso aumentará a probabilidade de uma valorização acima da MME de 20 dias. Se isso acontecer, o par OP/USDT pode desafiar a resistência superior de US$ 1,88.

Ao contrário dessa suposição, se o preço cair e despencar abaixo da linha de tendência de alta, isso sugerirá que os ursos assumiram o controle. O par pode cair primeiro para US$ 1,21 e depois para US$ 1,09.

Gráfico de 4 horas OP/USDT. Fonte: TradingView

O gráfico de quatro horas mostra que os ursos estão tentando estancar a recuperação na média móvel simples de 50 dias. Se o preço fechar abaixo da EMA de 20 dias, a próxima parada provavelmente será a linha de tendência de alta. Uma quebra abaixo desse suporte pode indicar o início de uma queda mais profunda.

Ao contrário dessa suposição, se o preço subir a partir do nível atual e romper acima da MMS de 50 dias, isso indicará o início de uma recuperação para US$ 1,61. Se esse nível for ultrapassado, o par pode chegar a US$ 1,71.

Análise de preço da Injective

A ação de preço da Injective (INJ) nos últimos dias formou um padrão de triângulo ascendente de alta, indicando que os touros têm uma pequena vantagem sobre os ursos.

Gráfico diário INJ/USDT. Fonte: TradingView

Os ursos puxaram o preço abaixo da linha de tendência de alta do triângulo em 17 de agosto, mas a cauda longa da vela mostra compras sólidas em níveis mais baixos. Os touros empurraram o preço acima da MME de 20 dias (US$ 7,73) em 18 de agosto e têm mantido o nível com sucesso desde então. Isso sugere que os touros estão tentando transformar a MME de 20 dias em suporte.

Um aumento acima da MMS de 50 dias (US$ 8,16) pode sinalizar que os touros estão de volta ao comando. Isso poderia abrir caminho para uma possível alta para US$ 10. Essa visão positiva pode ser invalidada no curto prazo se o preço cair e quebrar abaixo da linha de tendência de alta. O par INJ/USDT pode então cair para US$ 5,40.

Gráfico de 4 horas INJ/USDT. Fonte: TradingView

O gráfico de quatro horas mostra uma forte recuperação a partir da linha de tendência de alta, indicando que os touros estão protegendo ferozmente esse nível. É provável que a recuperação enfrente pressão vendedora na resistência superior de US$ 8,33.

Se o preço cair a partir do nível atual ou da resistência superior, mas se recuperar a partir da MME de 20 dias, isso indicará que os touros continuam a comprar as quedas. Isso aumentará as perspectivas de um rompimento acima de US$ 8,33. Se essa resistência for superada, o par pode subir para US$ 8,83 e, em seguida, para US$ 9,50.

O primeiro sinal de fraqueza será uma quebra e um fechamento abaixo da SMA de 50 dias. Isso pode afundar o par para o nível crucial da linha de tendência de alta. Se esse nível for rompido, o par pode cair para US$ 6,50.

Análise de preço da THORChain

Enquanto a maioria das altcoins está sob pressão, a THORChain (RUNE) tem apresentado tendência de alta nos últimos dias.

Gráfico diário RUNE/USDT. Fonte: TradingView

O movimento ascendente está enfrentando pressão vendedora na resistência superior de US$ 2, conforme visto pelo pavio da vela de 19 de agosto. A forte alta dos últimos dias empurrou o RSI para o território profundo de sobrecompra, indicando que uma consolidação ou uma pequena correção é provável.

Se os touros não cederem muito terreno em relação ao nível atual, aumentarão as possibilidades de um rompimento acima de US$ 2. Se isso acontecer, o par RUNE/USDT poderá iniciar sua marcha em direção a US$ 2,30 e, em seguida, US$ 2,60.

Ao contrário, se o preço cair abaixo de US$ 1,41, isso sinalizará o início de uma correção mais profunda para a MME de 20 dias (US$ 1,33).

Gráfico de 4 horas RUNE/USDT. Fonte: TradingView

Ambas as médias móveis no gráfico de quatro horas estão se inclinando para cima e o RSI está no território de sobrecompra, indicando que os touros estão em vantagem. Se o preço se sustentar acima de US$ 1,80, o par pode testar novamente a resistência crítica em US$ 2.

Por outro lado, se o preço cair abaixo de US$ 1,80, uma queda para a MME de 20 dias é possível. Uma forte recuperação a partir desse nível indicará que o sentimento permanece positivo e que os investidores estão comprando as baixas. Isso aumentará as chances de uma alta para US$ 2.

Se o preço cair abaixo da MME de 20 dias, isso sinalizará que os investidores estão vendendo nas altas. Isso pode afundar o par para a MMS de 50 dias e, em seguida, para US$ 1,38.

Este artigo não contém conselhos ou recomendações de investimento. Todo movimento de investimento e negociação envolve risco, e os leitores devem conduzir suas próprias pesquisas ao tomar uma decisão.

LEIA MAIS

Fonte das informações: Cointelegraph

Não há Tags

69 visualizações, 1 hoje

  

69 visualizações, 1 hoje